Card image cap

3 PASSOS PARA A INTERNACIONALIZAÇÃO DE UMA STARTUP

A CapTable sempre busca avançar as startups que passam pela plataforma de todas as maneiras possíveis. É do interesse da plataforma que os negócios tenham sucesso e expandam sua atuação, aumentando seu valor agregado. Uma das vias de expansão que oferecemos às startups da plataforma é a internacionalização. Através de contatos como o autor desse texto, Guilherme A. Gonçalves, proporcionamos um network para facilitar esse processo. Ao final do texto você encontra os contatos necessários para ter uma consultoria que facilita o acesso aos programas de incentivo europeus que podem ser um grande catalisador do seu negócio. Confira:

As empresas brasileiras se acostumaram a trabalhar dentro de uma zona de conforto prórpria por dois motivos fundamentais: sendo uma nação emergente em desenvolvimento, o mercado local se torna verdadeiro oceano azul para soluções de baixo custo e pouca inovação; a relativa homogeneidade cultural de um país continental que conta com 220 milhões de habitantes.

Esses dois fatores constantemente incidem numa característica comum ao empresariado local: sua relutância em explorar outros mercados nacionais, normalmente dotados de maior capacidade de consumo e absorção de novos concorrentes, além de disporem de melhor infraestrutura tecnológica para a disponibilização de serviços em e-commerce.

Tais fatores também acabam sendo verdadeira armadilha para o crescimento de uma empresa: grande parte deste oceano azul se deve tanto à baixa infraestrutura tecnológica em telecomunicações do país, assim como à má qualidade das regulamentações e medidas de incentivo por parte dos governos. 

No caso brasileiro, muitas vezes o tamanho do mercado acaba por deter pouca relevância, particularmente quando o poder de consumo local se torna elemento limitador para a inserção e disseminação de produtos e serviços de maior valor agregado.

Tendo estes pontos em mente, entender como atingir novos mercados pode ser fator crucial para o sucesso: a boa compreensão dos passos necessários para estruturar uma empresa para a sua inserção em novos mercados muitas vezes é o que garante perspectivas duradouras de crescimento exponencial para empreendedores.

Vamos listar aqui 3 passos para realizar uma internacionalização de sucesso:

1. Análise de market fit ou pesquisa de mercado:

Efetuar uma análise prévia de aderência da solução ofertada ao mercado selecionado é fundamental: ainda que em muitos casos o perfil consumidor e suas necessidades se assemelhem às existentes no cenário brasileiro, seu padrão de consumo - assim como sua jornada de compra - pode ser bastante diferenciado. 

Portanto, entender o potencial de aquisição da solução pelo mercado escolhido e a compreensão dos modos operantes de concorrentes podem ser tão fundamentais para iniciar a internacionalização de um modelo de negócios quanto a precificação do produto ou serviço, ou mesmo o tamanho deste mercado.

2. Entendimento do ecossistema governamental local:

Todos os países desenvolvidos detêm linhas de incentivo para o empreendedorismo: neste caso, o melhor rumo a seguir consiste no bom entendimento das legislações locais voltadas para facilitar a inserção econômica de novos empreendedores.

Ainda que contar com linhas de apoio governamental seja atípico para empresários brasileiros - principalmente em virtude das dificuldades burocráticas e pouca agilidade em sua atuação -, para a entrada em economias desenvolvidas, os governos destas nações e suas legislações podem ser bons aliados durante o processo de entrada.

3. Business Plan

Entrar em um novo mercado não significa necessariamente seguir uma trilha já estabelecida de planejamento: o melhor caminho consiste em conciliar aquilo que a empresa já detém em solução com a criação de um plano de adaptação e desenvolvimento de pontos-chave durante a entrada. 

Entender a cultura de negócios do novo mercado é muito importante nesse passo: a contratação de profissionais e o desenvolvimento e execução de projetos podem em muito ser facilitada com a criação de parcerias locais durante o processo de adaptação. 

Neste aspecto, a contratação de determinados serviços é indispensável: advogados, contadores e consultores podem ser cruciais para o sucesso.

Nos dias atuais, por fim, diversos fatores - como a transição desfavorável de câmbio - podem ser grandes obstáculos para quem deseja explorar novos mercados. 

Para aliviar este peso - e tornar compensadora a realização deste tipo de investimento -, seguir estes três passos pode acelerar em muito a obtenção de retornos que permitam um crescimento tanto substancial, quanto sustentável para empreendedores brasileiros interessados em novos mercados.